Recados importantes

Devido à grande demanda pelos arquivos em PDF dos livros Contos para ler em botequim e Parabellum, tomei vergonha na cara e disponibilizei uma versão atualizada, corrigida e editada, com a devida numeração de página e índice.

***

Fiz uma entrevista maravilhosa com o escritor carioca Luis Eduardo Matta, pessoa simpaticíssima e gentil. Acho que foi a melhor entrevista que fiz até agora e desconfio que não dei o destaque que merecia. Confiram.

***

Ajeitei o conto do Nazarian, publicado no Arte & Política. Estava com um erro de formatação, agora está legal.

***

A escritora Andrea Del Fuego convidou o blogueiro a participar do lançamento do seu livro Nego Tudo, na Mercearia São Pedro, em Sampa, no dia 13/12, às 20:30, sem hora pra acabar. Queria muito ir, será que que eu vou?

***

O poeta Antonio Diamantino, um dos mais ilustres frequentadores do blog, está para lançar um livro de poemas, o qual talvez seja prefaciado com palavras hellbarianas.

***

O site Arte & Política vem batendo recorde de visitação, tendo chegado a 793 visitas únicas na sexta-feira passada (2/12). O tempo médio que os visitantes gastam (ou investem) no site também cresce, está em 10,58 minutos em média.

5 comentários:

Antonia disse...

Miguel, queria só dar o parabéns pelo blog e pelo site. tenho acompanhado e me divirtido muito com suas histórias.

o chato disse...

sei que é importante, mas esse word verification enche o saco, nunca consigo acertar de primeira

mulher do chefe disse...

Ui miguel, que chique esse blog... quando é que voce vai me servir um drink?

vitor menezes disse...

miguel, publica essa história: fulano era um rapaz pertencente a uma família rica e tradicional de Sorocaba. Um dia foi à São Paulo e pagou 1.500 reais para chupar a xota de uma prostituta. eu conhecia o cara, mas nunca pude entender porque ele fez uma coisa dessa. voltando para a terra dele, começou a sentir uma dor embaixo da língua. cresceu uma bolota no local. ele nem conseguia mais falar direito. então trancou-se em casa, terrivelmente constrangido com a doença venérea (achava ele) e não recebendo ninguém. só a mim que era seu amigo de muitos anos. ele tinha vergonha de ir ao médico da cidade, que conhecia sua família e contar o que tinha feito. um dia, ele tomou coragem, pegou o carro e foi a um medico de outra cidade. descobriu que a doença embaixo da lingua não tinha nada a ver com a prostituta, e sim com a taxa de acidez no estomago... esse cara é muito figura, tenho outras historias dele, depois eu conto.

rita casseb disse...

miguel, se voce realmente vir a sampa, avisa para a gente combinar e ir junto

Seguidores

 
BlogBlogs.Com.Br