Blogueiro sim, com muito orgulho

Não é apenas pelo fato de 99% de meus leitores serem internautas. Nem por ter leitores em todo mundo, EUA, Inglaterra, Suíça, Mato Grosso, Brasília, São Paulo. Sou blogueiro com orgulho porque acredito de verdade no futuro da internet e particularmente do blog como veículo literário, poético, político, filosófico e jornalístico. Quem alega que "ah, mas poucas pessoas no país tem computador, internet, etc" esquece que o número de compradores de ficção contemporânea é menor ainda, e muito mais concentrado em determinadas livrarias da capital. Quer dizer, o pouco de público que a literatura contemporânea possui é consequência da divulgação web, visto que a maioria desses jovens escritores que estão tendo um pouco mais de visibilidade começaram suas carreiras publicando em sites e blogs. Joca Terron, João Paulo Cuenca, João Filho, todos esses estrearam com livros que foram antes publicados em seus próprios blogs.

Terron, em recentes entrevistas, reafirma sua fé no blog enquanto instrumento de divulgação literária. Eu também acredito.

Em relação a um possível rendimento que o blog possa dar ao escritor, isso o tempo vai dizer. Tem que correr atrás também. Uma das minhas idéias loucas é a criação de um pool de blogs de escritores, de maneira a captar anúncio de grandes empresas, como Petrobrás, Telemar, Casas Bahia, etc.

Enquanto isso, não acontece, vamos tocando os blogs com nossa paixão pela literatura enquanto fenômeno de comunicação. A meus poucos mas nobres leitores, um carinhoso agradecimento pelas visitas.

Por fim, anuncio aqui um sorteio. Todos que comentarem nesse post estarão concorrendo para receber, via correio, o livro "Contos para Ler no Botequim". Basta postar um comentário, seguido do endereço com CEP.

11 comentários:

Viviane Silveira disse...

As primeiras flores que morrem são bêbados silvestres vomitando beleza.

Rua Joaquim Silvério 218, 72
Centro
Venda Nova - ES
11800-000

Antonio Diamantino Neto disse...

É CALARO QUE SOU A FAVOR DO BLOG, SEM ELE, MINHAS POESIAS NÃO CHEGARIAM AO PUBLICO CARIOCA.

patricia disse...

a propósito, qual o nome do livrinho biografia?

Lu Capoeira disse...

Geralmente à noite, escrevo desejos e medos obcenos em blogs esperando que sempre, ao amanhecer , garis varram o nosso pudor e reanimem o desejo nos poetas de compartilhar emoções.

Jorge Ferreira disse...

olha eu entrando na lista!

Miguel do Rosário disse...

Diamantino e Jorge, vocês foram sorteados para ganhar um livro. Depois eu explico como foi realizado o sorteio. Mandem seu endereço para miguel@arteepolitica.com.br, para que eu envie o livro para vocÊs. Abraço.

Miguel do Rosário disse...

respondendo a Patricia, o livrinho biografia de Joyce que tenho é: Joyce par lui-meme, em francês, por Jean Paris, da série "Ecrivains de toujours". Tenho outro do Rimbaud da mesma série. A editora é "Aux editions du seuil".

Bicarato disse...

Ôpa! Valeu, Miguel. Volte sempre lá no Alfarrábio. E eu também voltarei sempre aqui, meu caro.
Amplexos :-)

Anônimo disse...

Miguelito,
soube que teus inúmeros leitores contrataram um grupo de segurança para que possa ir tranquilamente á cinelândia. também quero ganhar um livro, meu endereço vc já tem.
Parabéns pela etílica cobertura do festival.
Abraços,
silvio Barros

Miguel do Rosário disse...

pois é, silvio, e você acredita que eu fui pra festa de encerramento, na qual rolou toda confusão, com o convite do brasil barreto, que eu tenho encontrado direto na lapa e arredores. aliás, no dia, conheci um poeta porreta, que vou publicar em breve aqui nesse blog.

Roberto Iza Valdes disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.

Seguidores

 
BlogBlogs.Com.Br