Mini-conto: Pé sujo

Mini-conto: Pé sujo

O escritor miserável caminhava pelos arredores da Central, esbarrando em mendigos e camelôs, procurando o botequim mais sujo que pudesse encontrar. Afinal, achou um bar realmente imundo, com bêbados estendidos no chão fedorento. A cerveja tá quente, disse a senhora gorda e bigoduda por trás do balcão. Quero cachaça pura, disse o escritor miserável, enquanto analisava o espaço livre deixado pelos pinguços caídos. Talvez eu possa me deitar por aqui, pensou...

Um comentário:

Roberto Iza Valdes disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.

Seguidores

 
BlogBlogs.Com.Br